Morganville Vampires RPG
Hey, bem vindo ao fórum de RPG baseado no livro The Morganville Vampires.
Esperamos que você se cadastre hoje, para que possa viver essa aventura na nem tão pacata Morganville, Texas.
Cadastre-se já!

Fachada

Ir em baixo

Fachada

Mensagem por Camille Glass em Ter Jun 19, 2012 8:34 pm


Morganville Vampires Brasil RPG

And no, you don't wanna mess with us
Got Jesus on my necklace

I've got that glitter on my eyes, Stockings ripped all up the side. Looking sick and sexy-fied

protection? I do not need it . resident of the glass house. 19. unlucky girl
avatar
Camille Glass
Administradora
Administradora

Mensagens : 796
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://morganvillevampires.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fachada

Mensagem por Alec Viscont em Dom Jun 24, 2012 3:34 pm

--


Última edição por Alec Viscont em Dom Jun 24, 2012 10:21 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Alec Viscont
Xerife dos Vampiro
Xerife dos Vampiro

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fachada

Mensagem por Pandora Szelsky em Dom Jun 24, 2012 7:58 pm

Logo após Gail sair com a desculpa de que ia fazer as unhas, sendo que estavam muito bem feitas, não tive dúvidas de que algo estava sendo tramado. E se bem a conheço não seria algo bom.
Deixei uma gorjeta na mesa e também me retirei, afinal nós havíamos ocupado a mesa por um tempo, mesmo que ninguém a tivesse reivindicado não seria certo usar da 'boa recepção' dos funcionários.
Coloquei a bolsa no banco do carro e os óculos no decote da blusa branca que usava por baixo de uma blusa azul de jeans sintético. Não via a hora de chegar em casa e trocar o short jeans e bota por uma calça mais larga e chinelos. Roupa
O dia tinha sido meio cheio e agradecia aos céus que estava acabando. Só ficaria melhor quando chegasse em casa e estivesse mais 'protegida'. Ultimamente estava evitando sair à noite, pois devido a muitos problemas técnicos eu estava sem proteção. E andar à noite sem uma pulseirinha no pulso era perigoso.
Dirigi com um tanto de pressa, mas já estava escuro quando estacionei na frente de minha casa, atrás de um carro desconhecido. Ao que parecia, eu tinha visita. Àgata, minha amiga e 'governanta' não estava em casa hoje, havia me avisado que tinha assuntos pra resolver em sua própria casa. Era estranho dizer que ela tinha outra casa, pois desde que eu voltei ela meio que mora comigo. Era muito amiga de minha mãe e agora é minha também... sem contar que me ajuda um bocado com a casa e as coisas da vida em geral, no entanto ela tem a vida particular dela e nem sempre está por aqui.
Peguei minha bolsa,desci do carro e logo vi um homem escorado na parede ao lado da minha porta. Como estava escuro não dava pra reconhecer, então me encaminhei para a calçada e acionei o alarme do carro.
Quando já estava nas escadas o rosto dele entrou e foco e meu coração quase parou, literalmente. Deu uma vontade bem repentina de correr, entrar no carro e dar meia volta. Porém, um calor súbito me subiu até as têmporas. Só podia ser brincadeira.
E que escolha eu tinha? Bancar a desentendida e fingir que não o reconhecia ou ser a mulher bem resolvida com sexo casual que eu achava que era. Minha voz saiu baixa, mas tenho certeza que ele ouviu. - Pois não... posso ajudar em algo? - Até me arrepiei quando pensei no que eu podia ajudar. Mas, logo me repreendi por pensar isso. Peguei a chave da casa na bolsa enquanto esperava pela resposta.
Ele parecia mais cansado do que quando o vi na outra noite e parecia mais sombrio também, mas a visão continuava tão boa quanto.
avatar
Pandora Szelsky
Humano
Humano

Mensagens : 35
Data de inscrição : 01/09/2011
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fachada

Mensagem por Alec Viscont em Dom Jun 24, 2012 10:21 pm



Comes back and begs me to catch her every time she falls

Ouvi o barulho do alarme sendo acionado, me tirando de um curto cochilo. Olhei no relógio, percebendo que fazia vinte minutos que eu estava esperando-a. Não me preocupei em me mexer para ver a fisionomia dela, já que eu estava cansando o suficiente. Porém, assim que seu corpo apareceu no meu campo de visão, antes dela sequer colocar o pé no primeiro degrau, um sorriso escapou entre meus lábios.

Algumas noites atrás

Eu estava um trapo, cansado, minha mente desligada do meu corpo que se recusava a me deixar dormir. Por isso, eu estava no cummon grounds dessa vez bebendo coisas mais fortes do que cafeína, procurando a maneira mais antiga e comprovada de dormir por horas. Whisk. Eu já estava quase conseguindo quando então a ruiva adentrou o lugar, vestindo uma fantasia de chapeuzinho vermelho. Eu normalmente não me envolvo com humanos, principalmente os de Morganville, que sempre variavam entre as personalidade de justiceiros e odiadores de vampiros, ou que gostavam de vampiros, ou os que não gostavam nem desgostavam mas obedeciam.. Não importava, todos acabavam morrendo no final, e eu não ia desperdiçar meu tempo em bens não duráveis. Porém, eu estava bêbado, e a visão que ela me proporcionava me deixaram doido para apreciar os doces da ruivinha. A olhei, sendo atraído por ela, como puro magnetismo, enquanto ela devolvia os olhares com cada vez mais intensidade. Eu já não podia responder por mim e não foi bom ela ter decidido vir até mim, e puxar conversa. Mas quem aqui estava afim de fazer caridades? Não eu, e com certeza não ela.
Perguntei se podia oferecer-lhe alguma coisa, a olhando nos olhos, um olhar penetrante com um sorriso torto no canto dos lábios. Ela negou com a cabeça fazendo sua cortina de cabelos laranjas balançarem, sem nem notar o quão linda ficava ao fazê-lo. Achei graça do movimento infantil e sexy ao mesmo tempo, combinando com a fantasia de hot chapeuzinho vermelho. Não pude deixar de fazer uma pergunta sarcástica em relação a sua veste que chamava tanto a minha atenção, assim como a de todos os outros do estabelecimento. Mas me impressionou mesmo foi sua resposta, me olhando no fundos dos olhos. Dava para ver o que ela realmente queria, e eu não iria desapontá-la. A levei para parte de trás do cummon grounds em poucos segundo, a beijando com vontade, sentindo a pele dela na minha. Ela era quente, e o cheiro do seu sangue me atraia com força misturado com o perfume forte, com essência de cereja. Mantive o cuidado de não mordê-la, enquanto beijava o pescoço, acariciando lhe a pele aonde eu conseguia, querendo poder explorar a pele branquinha toda.
Puxei as pernas dela para em torno da minha cintura, desamarrando-lhe o espartilho com destreza, deixando a pele de seus seios e barriga exposta, enquanto ela rasgava minha camisa com pressa como uma boa humana. A beijei verozmente, querendo tê-la alí mesmo, e assim o fiz. Apertava-lhe as coxas, o quadril, arrancando gemidos, arfadas, vendo-a chegar em seu ápice duas vezes, sorrindo satisfeito quando acontecia, e gostando tanto que pouco me importei com as minhas necessidades. Quando terminamos ajudei-a com a roupa, e a se manter em pé, já que seus reflexos não eram tão bons quanto os meus. Percebi que ela queria ir embora, então logo me apressei em perguntar o nome dela, enquanto eu me livrava dos destroços da minha camisa, ela não parecia afim de me contar, e então eu tentei apelar para meu charme, ficando um tanto surpreso e encantado quando ela o negou, saindo sem dizer o seu nome.

A observei subindo as escadas, com um humor agora mais divertido, ao ver a chapeuzinho vermelho, agora com roupas mais casuais, porém igualmente sexy. Passei o dedão no meu lábio inferior ao vê-la se aproximando, mas parando abruptamente no meio das escadas, provavelmente me reconhecendo. Dou um sorriso de lado para a ruiva, colocando minhas mãos no bolso na frente da calça jeans. – Eu vim cobrar uma camisa nova. – Dei um sorriso malicioso e divertido, me aproximando dela devagar.– Alec Viscont, prazer... – Estendi a mão para ela cumprimentar, a olhando nos olhos. – Seu novo protetor.
avatar
Alec Viscont
Xerife dos Vampiro
Xerife dos Vampiro

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fachada

Mensagem por Pandora Szelsky em Dom Jun 24, 2012 11:33 pm

Era demais para um dia só. Onde fica a parte casual? E principalmente, onde fica a parte onde a gente não precisa se ver mais? Eram esse tipo de perguntas que ficavam na minha mente. Até ele me responder, colocando as mãos nos bolsos da frente.
Eu não pude deixar de dar um sorriso travesso, mero reflexo das lembranças que o comentário me traziam. Soltei o primeiro botão da blusa logo abaixo do óculos só pra dar mais vida à minha réplica. - Serve essa? - Falei arqueando uma sobrancelha e o encarando.
Ele então se aproximou de mim devagar sorrindo malicioso, o que me deixou com a respiração pesada. Mais anda quando ele me disse o nome com aquele sotaque que me fazia ter sonhos indecentes. - Pandora Szelsky, e o prazer foi meu... ops, é meu. - Minha vez de sorrir com malícia.Eu não estava mentindo, havia sido mais que meu prazer... os pequenos flashes da noite ainda estavam nítidos em minha mente e eles as vezes só me deixavam dormir depois de um banho frio, bem frio.
Porém, tudo desandou na minha mente quando eu estendi minha mão para o cumprimentar e ele disse que era meu protetor. A vida ainda conseguia me surpreender. - Hmm, você gostaria de entrar... Eu não tinha tanto contato... - Dei uma sacada nele, o que era de perder o fôlego. - Com meu antigo protetor, então não sei qual o protocolo. - Soltei a mão dele, virei e abri a porta. Entrei e virei a cabeça para olhá-lo. - Você vem? - Não era que eu tivesse querendo algo mais, na verdade eu bem queria. Eu realmente só não sabia como tratar o meu mais novo protetor, que também é o cara que não sai dos meus sonhos impróprios e que também foi o melhor sexo da minha vida. Não que eu tenha tido muitos, ele foi o segundo.

Continua na sala de estar!
avatar
Pandora Szelsky
Humano
Humano

Mensagens : 35
Data de inscrição : 01/09/2011
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fachada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum