Morganville Vampires RPG
Hey, bem vindo ao fórum de RPG baseado no livro The Morganville Vampires.
Esperamos que você se cadastre hoje, para que possa viver essa aventura na nem tão pacata Morganville, Texas.
Cadastre-se já!

Friends Till The Last Drop

Ir em baixo

Friends Till The Last Drop

Mensagem por Cody Mackenzie em Sab Jun 23, 2012 5:52 pm

Título: Friends Till The Last Drop
Autora: Cristina Corrêa (Cris)
Categoria: AU, Comédia
Advertências: Violência sutil e incitação ao alcoolismo
Classificação: PG
Capítulos: 1 (one-shot)
Terminada? YES!!

Resumo: Klaus e Damon curtindo uma bela noite de bebedeira por causa de suas dores de cotovelo. Preciso dizer mais?


N/A: Bom, eu sempre imaginei como seria se o Klaus e o Damon (meus dois amores de TVD), de repente, ficassem "amigos". Só que do jeito como eles se provocam, a amizade não seria das mais saudáveis, hahahah! Como sempre quis escrever algo com eles, então, saiu isso. A fanfic foi escrita a algum tempo e eu postei em um fórum de fanfics do qual participo. Espero que gostem. Tentei caracterizar os personagens da melhor maneira possível.





Friends Till The Last Drop


Era quase madrugada em Mystic Falls e boa parte da cidade já dormia, enquanto uma tempestade repentina desabava sem parar. Havia pouco movimento no Mystic Grill aquela noite, e os poucos clientes presentes já estavam indo embora. Ou pelo menos... quase todos. Damon Salvatore estava escorado sobre o balcão do bar, enquanto entornava mais um copo de whisky. E pelo visto, não pretendia ir embora tão cedo. Um risinho discreto chamou a atenção do vampiro, inesperadamente, fazendo-o olhar para o lado.


- Ah! É você? – disse o Salvatore ao dar de cara com um Klaus sorridente. – O que está fazendo aqui? Perdeu o rumo de casa, ou será que híbridos não tem senso de direção?

- Ainda não comecei a beber, Damon. – disse o Original, tranquilamente enquanto pedia uma garrafa de whisky e um copo. – Mas se quiser, pode me acompanhar.

- Humm... Estamos generosos hoje. Deve ser o efeito da tempestade que você trouxe. Ou talvez porque não tenha conseguido compelir nenhum coitado pra beber com você.

- E quanto a você? Não deveria estar por aí matando alguém, ou quem sabe mordendo pescoços?

- Ou transando com a sua irmã... – disse Damon.

- O que você disse?

- Que a noite ainda é uma criança e eu só estou começando. – ele respondeu rapidamente, bebendo o último gole da bebida. – Mas talvez eu tente matar você depois mais alguns drinks.

- Então boa sorte com isso, meu amigo. – disse Klaus, sorrindo.

- Ah! Somos amigos agora?

- Só até esvaziarmos a garrafa.

- Uma trégua para encher a cara? Gostei disso. Mas já aviso que se depender do conteúdo da garrafa, nossa amizade será breve.

- Sugiro um brinde. – disse o híbrido enchendo de whisky o copo do vampiro.

- E a que vamos brindar?

- Que tal a você e Elena?

- Que tal deixarmos o brinde de lado e irmos logo ao que interessa? – disse o Salvatore já virando o copo e bebendo tudo de uma só vez. A simples menção do nome de Elena o deixou nitidamente mal humorado.

- Como quiser... – disse Niklaus voltando a encher os copos. – A propósito, Damon... Você não devia estar com ela ao invés de estar aqui? Ou será que ela voltou para os braços do Stefan? – o vampiro loiro divertia-se provocando o moreno.

- E você não deveria estar correndo atrás da Caroline e implorando por um pouco de atenção? Ah! Claro. Eu me esqueci. Ela prefere o Tyler, não é mesmo?

- Não vamos falar da Caroline.

- Humm.. Alguém está ficando sensível. – Damon fez uma breve pausa para outro gole. – Afinal, o que você viu nela? Não que ela seja um desperdício, mas...

- Pensei que não iríamos falar dela.

- Eu só acho que você está perdendo o seu tempo com a loirinha... – agora era o Salvatore que servia a bebida.

- Não tinha ideia de que estivesse tão interessado no meu relacionamento com a Caroline. – Damon caiu na risada.

- Relacionamento? Fala sério, Klaus. O único relacionamento que você tem com ela é à distância, ou no mínimo imaginário. Ela não quer nada com você.

- Suponho que eu possa dizer o mesmo sobre você e Elena. – o Original retrucou.

- Não fale do que você não sabe.

- O mesmo vale pra você. – os dois vampiros trocaram olhares raivosos por um momento. Os ânimos irritadiços estavam começando a subir.

- Quer saber? Aquelas duas não merecem ter o nosso sangue derramado. E muito menos estarmos discutindo por causa delas. – disse Damon.

- Concordo.

- Vamos fazer o seguinte? Eu não falo sobre a Caroline se você não tocar no nome da Elena.

- Fechado. – disse Klaus. O acordo foi selado com o tilintar dos copos, porém não durou muito tempo. – Sabe? Eu acho que você deveria ignorar a Elena. – recomeçou o híbrido fazendo o vampiro moreno arregalar seus olhos azuis de raiva.

- Olha só quem fala. A Caroline faz você de trouxa. – disse Damon, rindo e bebendo.

- E você é a marionete da Elena. Basta ela pedir socorro pra você sair correndo.

- Ela não é do tipo que pede socorro.

- Não. Ela é do tipo que se mete em encrenca e acaba arrastando os amigos junto com ela.

- Se você a deixasse em paz, nada disso aconteceria.

- Está vendo? Mesmo ela não estando aqui, você já começa a protegê-la. Você é um bonequinho, Damon. Você e o Stefan.

- Não me compare ao meu irmão.

- Nem preciso. Se a Elena der um grito porque cortou um dedinho, vocês se desesperam por causa dela. E depois eu é que sou trouxa. – Klaus tomou um gole de whisky, sentindo a garganta queimar. – Aliás, por que acha que ela corre atrás do seu irmão?

- Não faço ideia, Dr. Freud.

- É porque ele a rejeita. A sua adorável Elena é viciada em rejeição.

- Então é por isso que você corre atrás da Caroline? Porque ela te rejeita?

- Não estamos falando de mim e da Caroline. Está mudando de assunto. – disse o híbrido, irritando-se.

- E você também. – disse o Salvatore. Só restavam duas doses na garrafa. – Eu consigo rejeitar a Elena. – Klaus recomeçou a rir. – Qual é a graça?

- Vamos, Damon... – o outro disse, rindo mais ainda, tapando os olhos com a palma da mão. – É mais fácil você matar o Stefan do que rejeitar a Elena.

- Acha que não consigo?

- Eu não acho... tenho certeza. – ele disse tentando controlar o riso.

- Ok, espertinho. O que faria se estivesse no meu lugar? – ambos nem notaram que a bebida havia acabado.

- Se eu fosse você?

- É!

- Eu seria indiferente com ela quando o Stefan fosse gentil, e seria gentil quando ele fosse estúpido com ela. – Damon parecia confuso com aquela resposta, e de fato Nik já não estava raciocinando muito bem. Sentia sua cabeça girar, e de vez em quando tinha crises de riso no meio da conversa.

- Essa foi a coisa mais ridícula que eu já ouvi. – disse o Salvatore, fazendo caretas e pedindo uma segunda garrafa de whisky.

- Foi você quem perguntou...

- E já estou arrependido. Aliás, por que estou te pedindo conselhos sobre e Elena? Você nem sabe o que fazer com a Caroline.

- Isso não é verdade. – Niklaus voltou a ficar sério, enquanto uma nova rodada de bebidas recomeçava.

- Qual é? Ela te odeia e você sabe disso.

- Ela não me conhece direito. – disse o híbrido voltando a beber.

- Essa é sua desculpa para os foras que ela te dá?

- Tudo bem... Já que se acha tão esperto, então me diga... – o loiro encarou o parceiro de copo. – O que você faria se estivesse no meu lugar?

- Eu a hipnotizaria, afinal esse é o único jeito dela gostar de você. Ou então já teria me matado. Ah! Não. Me desculpe. Eu sou o poderoso Klaus. Sou invencível e egocêntrico demais pra me matar. – disse Damon, divertindo-se.

- Eu vou matar você quando essa segunda garrafa acabar. – o moreno limitou-se a sorrir sarcasticamente.

- Você pode tentar... se conseguir parar em pé. – porém, foi o Salvatore quem perdeu o equilíbrio ao tentar sentar no banco.

- Como estão as coisas aí em baixo? – Klaus disse rindo enquanto o vampiro levantava do chão.

- Por que não cala a boca?

- Ok. Não vamos brigar, vamos beber.

- Concordo. Além disso, estou tonto demais pra lutar com você. – confessou Damon.

- Admitindo a sua derrota?

- Ah! Vá se ferrar. – Klaus sorriu divertido. – Você a ama?

- O quê?

- Caroline... Você a ama?

- Desculpe, mas isso não é da sua conta. – disse Nik se esquivando.

- UAU! A loirinha pegou você de jeito mesmo. – o Original deu um sorriso forçado.

- Devo falar de Elena Gilbert?

- Não... obrigado. – o Salvatore limpou a garganta após outro gole da bebida forte e continuou. – Escute...se gosta mesmo dela porque não diz logo como se sente? Seja sincero e diga logo que a ama.

- Ah! Conselhos de um Salvatore apaixonado... – brincou Nik.

- Só estou tentando ajudar, idiota.

- Me empurrando contra o Tyler?

- O quê? Está com medo do lobinho? – o híbrido o ignorou. – Olha, eu não gosto dele e com certeza odeio você, então pra mim tanto faz se vocês dois se matarem.

- Bom, se você e seu irmão matarem um ao outro, também estarão me fazendo um grande favor.

- Vá sonhando porque isso não vai acontecer. – a segunda garrafa já estava chegando ao fim e o humor dos dois vampiros já estava um tanto alterado.

- Com a Elena metida entre vocês dois... humm... alguém no mínimo vai sair muito machucado.

- Acho que quem vai sair machucado é você. – Damon levantou meio torto do banco, mas estava pronto para a briga. Porém, no exato momento seu celular tocou.

- Não vai atender? – disse o Original com um sorriso cínico nos lábios.

- Não é importante. – o vampiro voltou a enfiar o celular no bolso sem dar importância para a chamada de Elena. – Onde foi que paramos?

- Acho que você ia tentar me atacar... – disse Niklaus divertindo-se com a ideia. Afinal, nenhum dos dois estava em condições de iniciar uma briga. – A propósito, é melhor atender. Não é educado deixar uma dama esperando. Ainda mais no telefone. – o loiro provocava ao ouvir os toques do telefone. – Ou quem sabe você está tentando rejeitá-la.

- Você não aguentaria nem dois segundos sem atender o celular, se a Caroline te ligasse.

- Ah! Então é disso que se trata? Um desafio.

- Só se for pra você. Não vou atender esse telefone nem que isso custe a minha vida.

- E se a Elena estiver em apuros? – Klaus testava a resistência do outro.

- Ela que vá ligar para o Stefan... Espere um pouco... – o Salvatore fuzilou Niklaus com o olhar. – O que quer dizer com apuros? Você fez alguma coisa com ela? – Damon tentou agarrar o Original pelo pescoço, mas o híbrido foi mais rápido, desviando-se. Mesmo assim, o vampiro conseguiu segurá-lo pela jaqueta, enquanto os dois desabavam juntos sobre uma mesa.

- Você... Você é mesmo patético, Damon... – os dois riam e faziam caretas de dor, enquanto tentavam levantar. – Eu estava testando você...

- E como eu ia saber... seu psicopata...?

- Um último brinde? – disse Klaus voltando ao balcão e já pegando o copo. O Salvatore o seguiu, erguendo o copo quase vazio. – A Elena e Caroline... as beldades de Mystic Falls...

- E aos seus corações de gelo... – completou Damon, virando o copo.

- Oh... Isso foi profundo, meu amigo... – murmurou klaus.

- Pra falar a verdade, não somos mais amigos... – o loiro o encarou confuso. – Está vendo? Está vazia... – disse o vampiro sacudindo a garrafa diante dos olhos do outro.

- Bem... isso é um problema. O que faremos agora? Nos matar?

- Que tal deixarmos pra manhã? De preferência no fim da tarde... sou meio lerdo quando acordo...

- Perfeito... – disse o Original. Os dois vampiros continuavam tagarelando, enquanto caminhavam aos tropeços até a saída do bar.

- E eu ainda acho que a Caroline faz você de trouxa...

- Damon?

- Sim...

- Se falar na Caroline de novo; arranco o seu coração assim que passarmos por essa porta. – ameaçou Klaus. E após breves segundos de silêncio, caíram na risada de novo.


FIM.
avatar
Cody Mackenzie
Humano
Humano

Mensagens : 151
Data de inscrição : 11/06/2012
Idade : 30
Localização : Morganville

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Klaus Kauffman em Dom Jun 24, 2012 1:29 am

Ri bastante, só achei que faltou um pouco de Ordem depois das falas, você com o Klaus e falava do Damon, isso confunde um pouco. Mas no contexto está bem interessante e diferente.
avatar
Klaus Kauffman
Universitários
Universitários

Mensagens : 64
Data de inscrição : 20/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Cody Mackenzie em Dom Jun 24, 2012 3:16 am

Faltou ordem nas falas? Como assim? Agora eu que fiquei confusa. HAHAHAHAH!! O que tu não entendeu, a continuidade das falas? Tipo..., "Quem tá falando agora, Klaus, ou Damon?"
Me explica!

E valeu por ler e comentar, sócio. Que bom que gostou.
Brigadinha! Wink
avatar
Cody Mackenzie
Humano
Humano

Mensagens : 151
Data de inscrição : 11/06/2012
Idade : 30
Localização : Morganville

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Klaus Kauffman em Dom Jun 24, 2012 1:10 pm

Vou dar um exemplo:

Exemplo escreveu:- Oi eu sou o Goku. - Vegeta olha para o lado. (fala do Goku)
- Cala essa boca Kakaroto. - Diz Vegeta. (fala do Vegeta)

Quando se coloca o travessão, dá-se continuidade as ações de quem fez a fala, e não a do outro personagem.

Mas isso não é problema, mas um toque mesmo.
avatar
Klaus Kauffman
Universitários
Universitários

Mensagens : 64
Data de inscrição : 20/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Angelique Deville em Seg Jun 25, 2012 3:04 am

Hummm... supeitei que fosse isso depois que li a fic pela 735151837289512 vez. HAHAHAHAHA!! E tu acredita que ninguém nunca me alertou sobre isso? Ninguém que lê as minhas histórias, nem meus professores de antigamente, e mto menos o diretor com quem eu tava fazendo curso de cinema no mês passado. Sério mesmo, ninguém nunca me disse NADA sobre isso!! Eu sempre escrevi assim. Agora fiquei com medão desse pessoal que me ensinou, viu? LOL

Valeu, Gian!
avatar
Angelique Deville
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 119
Data de inscrição : 17/06/2012
Localização : Encima de você, mon cher!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Klaus Kauffman em Seg Jun 25, 2012 8:22 am

Assim, eu sou um mero aspirante a escritor, nem sei se tem muito a haver isso. Mas dá uma sequencia lógica ao dialogo, o que facilita a compreensão do texto.

Disponha, sempre que quiser alguém pra ler seus textos pode contar comigo.
avatar
Klaus Kauffman
Universitários
Universitários

Mensagens : 64
Data de inscrição : 20/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Cody Mackenzie em Seg Jun 25, 2012 12:57 pm

Klaus Kauffman escreveu:Disponha, sempre que quiser alguém pra ler seus textos pode contar comigo.
Não devia ter dito isso, hahahaha! Olha que vou te dar trabalho, hein?
avatar
Cody Mackenzie
Humano
Humano

Mensagens : 151
Data de inscrição : 11/06/2012
Idade : 30
Localização : Morganville

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Julien Mayfair em Seg Jun 25, 2012 2:38 pm

Sem problema, anjo entra no msn.
avatar
Julien Mayfair
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 168
Data de inscrição : 19/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Cody Mackenzie em Seg Jun 25, 2012 2:41 pm

Já vou, peraí!
avatar
Cody Mackenzie
Humano
Humano

Mensagens : 151
Data de inscrição : 11/06/2012
Idade : 30
Localização : Morganville

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Julien Mayfair em Seg Jun 25, 2012 2:43 pm

Ok.
avatar
Julien Mayfair
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 168
Data de inscrição : 19/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Patch Rhodes em Sab Nov 17, 2012 7:13 pm

FALA.SÉRIO.
Ri demais imaginando a cena deles, é quase o que eu imagino que eles falariam um ao outro UAHSUAHSUHASUAHS
Adorei, e adoro também tuas interpretações de Klaus, Cris <3 kkkkkkkkk
avatar
Patch Rhodes
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 27
Data de inscrição : 18/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Alex Sepher em Sab Nov 17, 2012 8:29 pm

Vish! Nem lembrava mais que tinha postado isso aqui. Hahahah! Eu AMO as cenas do Klaus com o Damon, mesmo que seja pra se quebrarem. Hahahaha!

Aow! Que bom que gostou, Nay! Não sou boa como você pra fazer o Damon, mas pelo menos tentei. Hahahaha! E meu Klaus é divo, love. Fala sério! HAHAHAHAAHHAHSHAH!
avatar
Alex Sepher
Universitários
Universitários

Mensagens : 49
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 25
Localização : Campus da TPU

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Patch Rhodes em Sab Nov 17, 2012 8:47 pm

Sabe o que eu acho? Temos que fazer um turno dos dois no TVD AUHSUAHSUAHSUHAS

Digno né?
avatar
Patch Rhodes
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 27
Data de inscrição : 18/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Alex Sepher em Sab Nov 17, 2012 9:01 pm

APOIADÍSSIMO!!
avatar
Alex Sepher
Universitários
Universitários

Mensagens : 49
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 25
Localização : Campus da TPU

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Patch Rhodes em Sab Nov 17, 2012 9:36 pm

aaaaaa
avatar
Patch Rhodes
Vampiro
Vampiro

Mensagens : 27
Data de inscrição : 18/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Alex Sepher em Dom Nov 18, 2012 1:02 am

Oh! Tá valendo! Eu quero turno desses dois, mas AIIIIIIIIIIIIIIIIIII de você se não cumprir com a palavra dessa vez e me deixar esperando. Teu Damon vai levar um segundo chute naquela bundinha gostosa. HAHAHAHAHAHAAH!!
avatar
Alex Sepher
Universitários
Universitários

Mensagens : 49
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 25
Localização : Campus da TPU

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Friends Till The Last Drop

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum